Resenha – Se Eu Ficar: O Filme

_DSC0999.NEF

  Recentemente assisti ao filme “Se Eu Ficar” e senti que precisava compartilhar essa lindeza com vocês. A primeira vez que ouvi falar sobre essa história, foi através do livro. Mas como não sou muito chegada em livros de romance, passei longe, ignorei completamente. Até que o netflix adicionou o filme na plataforma. Numa sexta-feira à noite, sem nada pra fazer, resolvi dar uma chance à ele e me apaixonei.

  O filme “Se eu Ficar” (adaptação do livro com o mesmo nome), conta a história de Mia. Ela é filha mais velha de um ex-roqueiro, que largou sua banda pra se dedicar aos filho, e de uma ex-hippie que não era completamente apaixonada pela música do marido e seu irmãozinho mais novo, Teddy, é um amorzinho. Pelo fato de seus pais serem roqueiros e super mente abertas, esperava-se que Mia seguisse o caminho dos dois e fosse apaixonada pelo mesmo estilo de música que eles. Porém, quando teve seu primeiro contato com violoncelo, ela se apaixonou pelo instrumento e virou uma violoncelista incrível.

resenha do filme se eu ficar.jpg

  Mia conhece Adam na escola, um roqueiro que encanta o coração dos seus pais logo na primeira conversa. Eles vivem um relacionamento típico de adolescentes. Mia o acompanha em todos os shows mesmo não se identificando tanto com seus amigos de banda. Sempre que está com eles, ela se sente completamente deslocada. E mesmo com todas diferenças, ela e Adam, se dão super bem, e tudo que deveria afastá-los, parece os aproximar cada vez mais. Até Mia decidir concorrer à uma bolsa na faculdade de Julliard. Após essa decisão os relacionamento dos dois começa a desandar.

  Mia faz a audição na universidade e aguarda a reposta. Seus pais percebem que ela está aflita e a convidam para um passeio em família. Na estrada, eles sofrem um acidente. Ao acordar, Mia percebe que há algo errado. Ninguém a vê. Ninguém a ouve. Ela encontra seu próprio corpo caído na neve, e bombeiros a socorrendo. O acidente a deixou em coma. Sua mãe morreu na hora, seu pai morreu durante uma cirurgia, e seu irmão, alguns dias depois. Mia está sozinha. E com uma decisão difícil em suas mãos; ela pode partir, ou ficar.

resenha filme se eu ficar.jpg

  O filme oscila o tempo todo entre presente e passado. Isso facilita a compreensão de alguns fatos, e intensifica os sentimentos que os personagens estão vivendo. A narração flui perfeitamente do início ao fim. Os fatos são bem contados, e os detalhes de prendem durante todo o filme. O filme tem continuação (precisa ter) mas não encontrei nenhuma notícia sobre as filmagens ou data de lançamento, estamos na espera. Mas vale assistir ao filme.

E vocês, já assistiram ao filme ou leram o livro? O que acharam? Ou pretendem ler? Me contem tudo aqui nos comentários.  Ahh o trailer tá aqui pra quem quiser dar uma espiadinha.

Fonte das imagens Adoro Cinema

Anúncios

19 comentários sobre “Resenha – Se Eu Ficar: O Filme

  1. Amiga linda, eu ja assisti e li o livro (os 2 livros <3) perfeição descreve.Se me permite, tem mais um maravilho É o Love Rose , em português Simplesmente acontece ( Porém nesse caso o livro é bem melhor, gigantesco, mas melhor que o filme, cortaram muita coisa). O livro e o filme Se eu ficar são bem fieis. Amei, amei, amei..

    E o Simplesmente acontece tbm tem no netflix ❤

    Curtir

Me conte o que achou...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s