Precisamos Falar Sobre o Filme “Águas Rasas”

PRECISAMOS FALAR SOBRE O FILME ÁGUAS RASAS.jpg

  Recentemente assisti ao filmes “Águas Rasas” e notei algumas coisas que precisam ser comentadas. Primeiramente, a atuação da Blake Lively. Nossa querida Serena Van Der Woodsen, torno-se Nancy, uma surfista que morria de vontade de conhecer uma praia misteriosa, que sua mãe sempre comentava antes de morrer. Blake, normalmente interpreta papéis mais fofinhos, então, vê-la na pele de uma surfista em perigo foi uma grande surpresa. E como já era de esperar, ela arrasou.

  Particularmente, o filme me agradou muito. Gosto de histórias como essa, onde o personagem principal se encontra em estado crítico de perigo, se ferra todo, e precisa usar a inteligência e a natureza para salvar sua pele. Porém, o uso constante de tubarões como vilões assassinos me deixa extremamente preocupada.

  Para quem não conhece muito, quase 90% das espécies de tubarões, não possuem instinto de caça. Isso mesmo que você leu. A maioria dos tubarões preferem comer algo que esteja morto, do que ter o trabalho de matar sua presa. Nunca foi confirmado que um ataque de tubarão aconteceu porque o tubarão simplesmente era mal e quis matar. A maioria dos ataques de tubarão acontecem porque eles nos confundem com tartarugas, focas ou leões marinhos. Isso pode explicar porque grande parte dos ataques ocorrem contra surfistas ou banhistas andando de boogie boards.

  Precisamos ter a consciência de que quando entramos no mar, estamos invadindo o habitat natural dos tubarões e outros seres marinhos. Aquela é a casa deles, então devemos respeitar. Lembre-se sempre de ficar atendo às placas de perigo e as informações do salva vidas.

  O que me espanta em filme como o “Águas Rasas”, que não é o primeiro, nem o último a mostrar os tubarões como assassinos cruéis e sanguinários, é a falta de informação, tanto dos diretores quanto dos telespectadores. Não é normal um tubarão ficar às margens de uma praia, se ele tá ali tem um motivo, e na maioria das vezes é culpa nossa, dos seres humanos que caçam esses animais que se sentem obrigados e sair desse locais, ou até mesmo devido a escassez de alimentos, causados pela pesca constante em determinadas regiões.

  Então quando assistir um filme desse gênero, lembre-se que aqui é ficção, que os tubarões não são os monstros que aparecem na tela, e que muitas espécies correm risco de extinção devido à caça. Tubarões são animais que merecem respeito, assim como todos os outros, e não custa buscar informações antes de tirar conclusões precipitadas, só porque você viu um filme onde ele tenta estraçalhar nossa doce Serena.

 Tirando esses pontos, achei o filme “Águas Rasas” excelente! Faltaram pesquisar informações, e algumas cenas são exageradas e mentirosas demais, mas tirando isso é um filme bacana e divertido (sim, eu acho divertido hhaahah). E vocês já existiram, ou pensam em assistir? E o que acham de filmes que pintam os tubarões como malvados? Me contem aqui nos comentários 😉

Anúncios

2 comentários sobre “Precisamos Falar Sobre o Filme “Águas Rasas”

Me conte o que achou...

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s